Tema:    “Seguir Jesus a luz da fé”

 Lema: “Sei em quem acreditei” (2Tm 2,12).

 A Igreja no Brasil celebra todos os anos durante o mês de agosto, o Mês Vocacional e os quatro domingos já contam com sugestões de oração, que foram elaboradas pela Pastoral Vocacional do Brasil em parceria com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Este ano, a temática é “Seguir Jesus a luz da fé” e o lema: “Sei em quem acreditei” (2Tm 2,12).

 “O objetivo principal é animar e reanimar as comunidades, paróquias e dioceses que rezem pelas vocações de forma especial incentivando as orações e promovendo as vocações em cada realidade e da sua maneira”, destaca o coordenador nacional da Pastoral Vocacional, padre Elias Aparecido da Silva.

 Nesse contexto, cada domingo do mês de agosto é dedicado à celebração de uma determinada vocação.

No primeiro, celebra-se sacerdócio e os ministérios ordenados;

 no segundo, o matrimônio junto à semana da Família;

 no terceiro, a vida consagrada, e por fim,

 no quarto, a vocação dos Leigos

Todos os anos durante o mês de agosto, a Igreja no Brasil celebra o ‘Mês Vocacional’ e cada domingo é dedicado à celebração de uma determinada vocação. Este ano, a temática é “Seguir Jesus a luz da fé” e o lema “Eu sei em quem depositei a minha fé”.

"Vocações existem, elas precisam ser despertadas”, afirma bispo referencial da pastoral Vocacional da CNBB, dom José Roberto Palau.

 O portal da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) conversou com o bispo auxiliar de São Paulo (SP) e referencial da Pastoral Vocacional, dom José Roberto Fortes Palau, sobre os principais aspectos do mês dedicado as vocações.

 Por que celebrar o mês Vocacional?

O mês de agosto é um mês temático, então, no primeiro domingo celebramos o dia do padre, a vocação ao ministério presbiteral. No segundo domingo, nós celebramos o dia dos pais, a vocação a paternidade, a família. No terceiro domingo, celebramos a vocação a vida consagrada, os religiosos e religiosas e no quarto domingos celebramos o dia do catequista, o serviço prestado a igreja por todos os batizados nos mais variados ministérios. Por isso, no mês de agosto focamos as diversas vocações que existem na igreja.

 O que as vocações representam na vida dos cristãos, e de que forma eles devem vivenciar esse tema?

 Todos nós cristãos, todos nós batizados somos chamados a servir a Igreja na evangelização. O papa Francisco tem insistindo muito numa ‘Igreja em saída’, uma Igreja evangelizadora, que dá testemunho do Evangelho de Cristo. Por isso, que todas as vocações são importantes, de tal forma, que nós também nos santificamos na nossa vocação. Então, quem é chamado a vocação a vida familiar se santifica vivendo o evangelho numa vida de família, no seu ambiente de trabalho, se santificando. E aquele que é chamado a uma vocação mais específica, por exemplo, a vida consagrada, busca a santidade servindo como consagrado. De tal forma que todos nós colaboramos para o crescimento e a santidade da Igreja.

 Como o tema das vocações deve ser trabalhado nas comunidades? 

Todo mês de agosto nós fazemos um trabalho vocacional nas comunidades. Nós temos um subsídio preparado pelo Setor de Vocações e Ministérios da CNBB, que as comunidades têm a oportunidade de ter esse material em mãos, e durante todo mês de agosto fazer reflexões sobre as mais diversas vocações que existem na Igreja. Então, por ser um mês temático a gente procura trabalhar a questão vocacional de modo muito particular a vocação à vida consagrada. Vocações existem, elas precisam ser despertadas. Nós precisamos de padres, religiosos e religiosas para servir à Igreja e agosto é um mês especial para despertar essas vocações na Igreja.

Fonte: portal.cnbb.org.br

Encontro vocacional da Província Brasil Centro da SVD - Maio de 2018

Pastoral da Mobilidade Humana

07-12-2018 Notícias do Mundo

Fotos/Fonte: tveast.dk "Multidões cansadas e abatidas: gente sem raiz, sem pátria e sem destino, com o futuro incerto e inseguro. Multidões que erram pelas estradas do êxodo, do deserto, do exílio e da diáspora. Não como o Povo de Israel no Antigo Testamento, que ao menos nutria-se na travessia com o sonho da Terra Prometida; tampouco como as primeiras comunidades cristãs, que no caminho podiam-se...

Leia Mais

Papa Francisco: "Eu sou assim livre diante de Deus?"

06-12-2018 Notícias da Igreja

Comentando sobre o menino argentino que tomou a cena na Audiência Geral. O menino tem sete anos tem autismo e não fala. A espontaneidade e curiosidade do menino que quis verificar se o guarda suíço - estava vivo, e após a comprovação a sua vivacidade em circular espontaneamente  conquistou o Papa que fez um belo comentário espontâneo.    Fotos: vaticannews.va/pt https://youtu.be/qXEoCXYsnPg

Leia Mais

Em 2019 um mês extraordinário para a missão

06-12-2018 Notícias da Igreja

Por Pe. Fabrizio Meronni*  O Papa Francisco proclamou outubro de 2019 como Mês Missionário Extraordinário com o objetivo de: “despertar em medida maior a consciência da missio ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral”. Trata-se de acontecimento eclesial de grande importância que abrange todas as Conferências Episcopais, os membros dos institutos de vida consagrada, as...

Leia Mais