Porto Rolim de Guaporé-RO, para os amantes de pesca selvagem, é um lugar ideal, cheio de aventura e adrenalina pura para pescar. Durante o mês de junho, até setembro, segundo a informação, é a alta temporada da pesca. Muitos turistas vêm de todo Brasil para se aventurar nesse lugar, que fica na fronteira entre Brasil e Bolívia, apenas para pescar. Para os Missionários do Verbo Divino, esse é a nova fronteira da missão. No início do ano de 2017, essa comunidade foi colocada na administração da paróquia Nossa Senhra da Penha, Alta Floresta D´Oeste-RO. Localizada na Diocese de Guajará-Mirim-RO, essa comunidade praticamente ficava isolada e não teve visita regular dos padres dessa diocese por conta da distância. Os padres missionários sempre chegaram de barco, navegando ao longo do Rio Mequém e Rio Guaporé, para visitar essa comunidade. Não houve data certa para a visita pastoral, então, por conta disso, as lideranças dessa comunidade iniciaram uma conversa junto com os bispos das duas dioceses, Guajará-Mirim e Ji-Paraná, também com os padres verbitas da paróquia Nossa Senhora da Penha, para ver a possibilidade de ser a comunidade atendida pelos padres verbitas. O pedido foi atendido e desde início do ano de 2017 essa comunidade vem recebendo visita pastoral dos padres verbitas regularmente.

De Alta Floresta D’Oeste até Porto Rolim leva mais ou menos 6 horas de viagem de carro, numa distância de aproximadamente de 160 km. A estrada é muito precária, cheia de buracos; lama na época de chuva e poeira na temporada de verão. Chegando em Porto Rolim, precisa-se ainda andar mais de 20 minutos de voadera (lancha), para chegar na comunidade. Na visita para Porto Rolim, os padres também aproveitam e visitam, celebrando os sacramentos em algumas comunidades ao longo da estrada.

Na ausência dos padres, o povo dessa região se apega à devoção do Divino Espírito Santo. Na contagem do povo daqui, desse ano já aconteceu 124º Festival do Divino Espírito Santo. Esse festival ocorre ao longo do ano, quando o ícone do Espírito Santo é levado para visitar várias comunidades ao longo do rio Guaporé, ambos no Brasil e na Bolívia. Diferentemente do povo que mora em Alta Floresta D’Oeste-RO, que, na sua maior parte, são descendentes do Sul do Brasil, maioria do povo dessa região é mistura entre descendentes dos quilombolas que vieram de Mato Grosso e os índios daquela região.

Recentemente, Pe. João Batista (Provincial) e Pe. Clemens (Animação Missionária) participaram na segunda visita nessa comunidade junto com Pe. Georges e Irmã de Alta Floresta. Nessa visita, durante a missa, houve celebração do batismo de dois jovens e um casamento. Além disso, nos três dias da visita nessa comunidade, Pe. Georges, junto dos catequistas da etapa da Primeira Eucaristia, visitou os pais das crianças da catequese, enquanto Pe. João Batista e Pe. Clemens foram visitar alguns doentes e idosos da comunidade.

Pe. Clemens Naben, SVD (Animação Missionária)

Agosto: mês de rezar por todas as vocações na construção de uma cultura vocacional

04-08-2018 Notícias da Igreja

Tema:    “Seguir Jesus a luz da fé”  Lema: “Sei em quem acreditei” (2Tm 2,12).  A Igreja no Brasil celebra todos os anos durante o mês de agosto, o Mês Vocacional e os quatro domingos já contam com sugestões de oração, que foram elaboradas pela Pastoral Vocacional do Brasil em parceria com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Este ano...

Leia Mais

5º Congresso Missionário Americano (CAM 5)

26-07-2018 Notícias da Igreja

“Devemos, como Igreja, ter um reconhecimento institucional da mulher por sua presença, por seu amor”  O presidente das Pontifícias Obras Missionárias da Bolívia e coordenador geral do 5º Congresso Missionário Americano (CAM 5), dom Eugenio Scarpellini, fez uma avaliação geral do congresso na última coletiva de imprensa concedida nesta sexta-feira, 13, aos jornalistas da imprensa católica que cobriram os cinco dias...

Leia Mais

Logotipo do Sínodo da Amazônia é divulgado

26-07-2018 Notícias da Igreja

Criação é do artista baiano Aurélio Fred  Durante a apresentação do Documento Preparatório do Sìnodo da Amazônia, a REPAM- Brasil, divulgou o logotipo do evento. A criação é do artista baiano Aurélio Fred, do Ateliê 15. Arte elaborada no Brasil e aprovada para uso na Amazônia    “A base para a logo é uma folha, que nos aponta para toda a biodiversidade presente na...

Leia Mais