A MISSÃO DO VERBO DIVINO - Há 50 anos, Paróquia verbita é presença missionária na Zona Leste - Por Fernado Geronazzo:

 A  história da Paróquia São Marcos se confunde com a do bairro, que começou a ser povoado no início dos anos 1960. A Paróquia São Marcos Evangelista, no Parque São Rafael, na zona Leste de São Paulo, estava em festa no domingo, 11, em virtude da comemoração dos seus 50 anos de criação. A matriz paroquial ficou lotada para a missa presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, que na ocasião conferiu o sacramento da Crisma a 52 jovens e adultos.

 Desde dezembro de 2017, a Paróquia tem se preparado para o jubileu de ouro com uma programação marcada por celebrações nas suas sete comunidades, encontros formativos e visitas domiciliares com o objetivo de tornar a presença da Igreja mais conhecida no bairro.

 HISTÓRIA

A história da Paróquia São Marcos se confunde com a do bairro, que começou a ser povoado no início dos anos 1960, quando amplas áreas foram loteadas e vendidas a trabalhadores que chegavam de outras partes do Estado e do País para trabalhar nas indústrias dos municípios vizinhos do ABC paulista.

 Por volta de 1962, os católicos que ali viviam reivindicaram a existência de uma igreja, sendo que a mais próxima era a matriz da Paróquia São Mateus, no bairro de mesmo nome. Em 1966, foi doado um terreno e erguido um cruzeiro, ao redor do qual começou a se formar uma nova comunidade eclesial. Dois anos depois, iniciou-se a construção da igreja, que recebeu o título do Evangelista São Marcos, animada pelo missionário jesuíta Padre José Augusto Machado Moreira, que foi o primeiro Pároco da recém-criada Paróquia.

 TESTEMUNHOS

Alguns desses moradores ainda participam da comunidade, como Maria Levina de Lima, 76. “Naquela época, aqui ou era lama ou era pó. Não tinha saneamento básico, a eletricidade era precária. A presença da Igreja e dos primeiros missionários nos ajudaram na organização para transformar o bairro”, relatou a aposentada, que atualmente é Ministra Extraordinária da Sagrada Comunhão e da Palavra. Em 1976, chegaram à Paróquia os missionários da Sociedade do VERBO DIVINO (Verbitas).

 Os primeiros deles foram os Padres Cândido Falqueto e Pedro Barendse, que animaram os fiéis a se organizarem em diversas pastorais e grupos de rua e comunidades.

 “Eu me emociono muito ao ver o quanto a Paróquia cresceu. Eu criei meus filhos, netos e agora estou criando os bisnetos aqui dentro. Espero que eles deem continuidade ao trabalho que começamos no passado”, acrescentou Maria Levina.

 Aos 64 anos, José Antônio de Jesus foi um dos crismados na celebração. Embora more no bairro há mais de 50 anos e conheça a Paróquia há muito tempo, sempre adiou a possibilidade de fazer a primeira Comunhão e a Crisma. Incentivado pela esposa, tomou a decisão de se preparar para os sacramentos. Ele guarda boas recordações do início da Paróquia. “Eu era adolescente, estudava na escola aqui ao lado quando vi começarem a levantar a igreja. Ao lado havia um campo de futebol onde jogávamos bola”, contou o aposentado, manifestando sua alegria em poder receber a Crisma na festa dos 50 anos da Paróquia com a presença do Arcebispo.

Rosemary Gonçalves Alves, 47, participa de atividades de uma das comunidades da Paróquia há cinco anos. Por incentivo do Pároco, Padre Bonifácio Issaka, decidiu se preparar para a Crisma. Para ela, o que mais a motiva a fazer parte da comunidade é a vivência fraterna. “É claro que há dificuldades e desafios próprios de uma vida comunitária. Mas a participação e união das pessoas supera isso”, disse.

 AÇÃO DE GRAÇAS

Na homilia, Dom Odilo explicou que a celebração de um jubileu é ocasião de alegria e de ação de graças a Deus pelo caminho percorrido. “São momentos de fazer memória dos momentos e das pessoas, para ganhar impulso para os próximos 50 anos”, disse.

 O Cardeal recordou os padres e leigos que atuaram na Paróquia ao longo das cinco décadas. Ele destacou, ainda, o testemunho dos missionários Verbitas, vindos de diversos países para servirem ao povo do Parque São Rafael. “Esta Paróquia é missionária, animada por padres missionários. É sinal da Igreja missionária, que parte, que vem, que partilha a fé e o Evangelho”.

 Dirigindo-se aos crismandos, o Arcebispo ressaltou que eles serão os protagonistas do próximo cinquentenário da Paróquia. “Os próximos 50 anos estão nas mãos de vocês e em seguida nas mãos dos que virão depois. Para isso, cada um terá que fazer a sua parte, casando-se na Igreja e formando uma família cristã, batizando os filhos, encaminhando-os para a vida de fé. Assim, haverá futuro para esta Paróquia!”, afirmou.

 DESAFIOS

 Ao falar sobre a realidade pastoral da Paróquia, o Padre Bonifácio Issaka destacou ao O SÃO PAULO que o Parque São Rafael é um bairro dormitório com uma grande presença de idosos, enfermos e famílias carentes, que desafiam a Paróquia a ser cada vez mais missionária.

 corresponder a esses desafios, há dois núcleos da Pastoral da Criança que atendem mais de 300 crianças, além de acompanhar as gestantes. Também há a Pastoral da Saúde, que visita, acompanha e atende os enfermos do bairro.

No fim da celebração do jubileu, o Cardeal Scherer deu uma bênção especial aos membros da mais nova iniciativa pastoral da Paróquia, o grupo Luz do Sol, voltado para a terceira idade, ou, como os próprios participantes denominam, a “melhor idade”. O participante mais antigo do grupo é Paulo Neri do Nascimento, que com seus 94 anos esbanja vigor e disponibilidade para servir. Atuante na Paróquia há 41 anos, ele colabora nas pastorais do Batismo, da Crisma e dos Enfermos. “Na minha idade, as pessoas dificilmente têm condições de andar, sair e viajar. Só por poder fazer tudo isso devo ser grato a Deus. Sinto-me muito feliz por ser bem acolhido e amparado por esta comunidade de vida e de fé”, disse.

 Outro campo de missão é em relação à juventude, sobretudo os muitos jovens que após a Crisma deixam de participar da vida da Igreja. Isso motivou a Paróquia a mudar a metodologia da preparação dos crismandos, inserindo-os nas atividades pastorais desde o início da caminhada. “Hoje, muitos jovens recebem a Crisma e permanecem engajados em alguma atividade paroquial”, completou o Pároco.

 

Pastoral da Mobilidade Humana

07-12-2018 Notícias do Mundo

Fotos/Fonte: tveast.dk "Multidões cansadas e abatidas: gente sem raiz, sem pátria e sem destino, com o futuro incerto e inseguro. Multidões que erram pelas estradas do êxodo, do deserto, do exílio e da diáspora. Não como o Povo de Israel no Antigo Testamento, que ao menos nutria-se na travessia com o sonho da Terra Prometida; tampouco como as primeiras comunidades cristãs, que no caminho podiam-se...

Leia Mais

Papa Francisco: "Eu sou assim livre diante de Deus?"

06-12-2018 Notícias da Igreja

Comentando sobre o menino argentino que tomou a cena na Audiência Geral. O menino tem sete anos tem autismo e não fala. A espontaneidade e curiosidade do menino que quis verificar se o guarda suíço - estava vivo, e após a comprovação a sua vivacidade em circular espontaneamente  conquistou o Papa que fez um belo comentário espontâneo.    Fotos: vaticannews.va/pt https://youtu.be/qXEoCXYsnPg

Leia Mais

Em 2019 um mês extraordinário para a missão

06-12-2018 Notícias da Igreja

Por Pe. Fabrizio Meronni*  O Papa Francisco proclamou outubro de 2019 como Mês Missionário Extraordinário com o objetivo de: “despertar em medida maior a consciência da missio ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral”. Trata-se de acontecimento eclesial de grande importância que abrange todas as Conferências Episcopais, os membros dos institutos de vida consagrada, as...

Leia Mais